Depois de um verão tão quente e cheio de sol há que dar as boas-vindas ao outono. Uma estação com encanto, sem dúvida, não só pela beleza das cores castanhas mas também pelas tonalidades cinzentas e tostadas que costumam aparecer por esta altura. E há lá coisa melhor que combinar estes tons com uma formidável joia de design?

A cor castanha é de facto a menos conhecida e utilizada em joalharia tradicional, mas as nossas peças têm sempre aquele toque de originalidade e elegância a que já habituámos os nossos clientes. Estamos a falar de gemas estupendas que ficam bem a qualquer mulher, sobretudo se combinadas com diamantes , ouro branco e platina.

E quais são as alternativas que temos no que toca a escolher uma joia com um uma pedra castanha?

  • A primeira opção são os diamantes brown ou de tom castanho, combinados com diamantes brancos ou pretos, perfazendo um degradee cromático;
  • Diamantes fancy color ou cor fantasia. São diamantes que saem da escala habitual de classificação pela sua cor, denominada de Cape.

O facto de terem uma cor fora do normal não significa que o seu valor seja prejudicado, isso apenas acontece com diamantes de tonalidade amarelada. No entanto, o seu preço é mais económico que os incolores (muito valorizados em joalharia porque conservam todas as características dos 4C´s).

Esta é uma alternativa perfeita para um anel de noivado já que conserva a importância e elegância das joias com diamantes engastados em pavée, mas por um valor mais acessível .

Outra alternativa, muito mais económica, mas que nos permite ter uma gema central de grandes dimensões é o quartzo fumée.

O quartzo fumée é uma pedra que, quando facetada, tem imensa cristalização e brilho. É usada desde sempre na produção de joias e que nos permite ter peças com gemas enormes por um preço mais acessível.

Na sua versão castanha, conhecida como fumée, apresenta-se não só com seu brilho mas também uma elegante cor chocolate.

É habitualmente utilizada como gema central e combinada com diamantes brancos, conseguindo um contraste perfeito.

Permite-nos também desenhar anéis com o formato de solitários ou com uma modelagem mais vanguardista, engastados em pavée, sendo o resultado joias belíssimas e originais para usar tanto em momentos importantes como no dia-a-dia.

De seguida passamos a mostra-lhe algumas criações dos nossos designers, peças únicas disponíveis por um valor sem concorrência no mercado:

  1. Anel Cuartzo Fumée, uma joia com uma clássica orla de diamantes que encolve um belíssimo quartzo fumée.

cuartzo fumée

 

 

  1. Anel Delicia, uma perfeita combinação dos melhores diamantes brancos, castanhos e pretos, em pavée, sobre o qual se situa um majestoso quartzo fumée.

 

delicia

 

 

 

  1. Anel Zambia, um modelo no qual se destaca um quartzo fumée engastado em garras, sobre um belo manto de brilho dado pelos diamantes que o acampanham.

zambia

 

 

 

 

  1. Anel Juba, um modelo que de certeza não fica bem a quem quer passar despercebida já que é um anel de diamantes com um quartzo fumée enorme. Uma joia com presença e muito elegante, perfeita para as ocasiões mais especiais.

juba_1

 

anéis de noivado

De certeza que já se perguntou como se consegue um anel de noivado. Como se faz uma joia tão bela e valiosa?

nuevo_8

Na Navas Joalheiros, dada a nossa condição de produtores, conhecemos bem o processo de conceção de um anel de compromisso e a quantidade de profissionais nele envolvido. Mas afinal, onde se inicia esse tal processo? Começa na cabeça do designer de joias, que desenha o modelo da peça. Uma vez aprovado o esboço, pelo diretor de produto da nossa marca, passa-se para a fase de reprodução 3D (sempre acompanhado pelos mestres joalheiros) com a finalidade de se conseguir um renderizado exequível.

Há que ter em conta que para criar renders é necessário um programa informático avançado, bem como técnicos especializados em fazer protótipos, que se coordenam com os artesãos. Além disso, é também preciso contar com maquinaria sofisticada, que corta a cera em moldes exatamente iguais às da peça real.

A peça que o computador manda cortar, de forma perfeita e precisa, é denominada de cera modelo e é com ela que se realiza o molde de todas as unidades daquele modelo de anel de compromisso. Depois de ultrapassada esta fase passa-se para o processo efetivo de produção, que é o mesmo que dizer fundição.

Por um lado, acendem-se os fornos com alguma antecedência para que atinjam a temperatura necessária para fundir o ouro de Lei. Este material nobre é uma mistura de três quartos de ouro puro (24 quilates), com um quarto de elementos endurecedores tais como a prata, o paládio, o cobre, etc.

Por outro lado, através de uma injetora de cera, são criadas as formas de todas as peças que se querem produzir. É criado também um tronco no qual se vão encaixando os moldes de fundição, até que se forme uma árvore onde as ceras das joias são as ramagens, a chamada árvore de fundição.

ANEL DE NOIVADO 2

Depois de criada e coberta de gesso a árvore, é introduzido um cilindro no seu interior no qual irá caber uma centrifugadora que injetará o ouro fundido dos fornos.

O ouro, em estado líquido, vai derretendo a cera e substituindo-a dentro do molde. Uma vez finalizado este processo, deixam-se arrefecer as peças e abre-se o revestimento em gesso para que se veja uma magnífica árvore, antes de cera e agora de ouro, com joias nas suas ramificações.

Após retirar as joias da árvore, estas são levadas a polir numa máquina, enfrentando diferentes graus de polimento. Posteriormente a peça passa ao polidor profissional, desta vez com a ajuda de um motor, com diferentes tipos de discos e com um creme específico que faz com que o brilho próprio se evidencie. Com o anel já limpo, chega a altura de engastar os diamantes e pedras preciosas. Este trabalho é feito pelo engastador, que obtém as gemas já selecionadas pelo gemólogo da Navas Joalheiros, escolhendo aquelas com melhores características.

De uma forma muito resumida, o engaste consiste na imobilização da joia através de um suporte de madeira com resina numa das suas extremidades para que esta fique totalmente estabilizada. Depois situa-se o diamante ou a pedra preciosa no local exato e afunda-se o ouro para que a gema se assente, e dependendo do tipo de engaste, fazem-se os acabamentos.

O objetivo do engastador é situar, de forma precisa e segura, cada gema para atingir o design idealizado. Assim que se acaba de engastar a gema, passa-se para o polimento final, e no caso de a armação ser de ouro branco, submerge-se a joia em ródio para obter a tonalidade desejada.

Este último processo apenas exige que a joia esteja limpa e desengordurada, para que a o ródio se imprima sem problemas na superfície da peça. No final é feito um controlo de acabamentos e resistência, submetendo o anel a ultrassom para verificar, uma vez mais, se o engaste está seguro.

Resumindo, fazer um anel de compromisso é um trabalho árduo e complexo no qual a Navas Joalheiros é especialista. Damos-lhe a plena garantia de que na nossa marca conseguirá encontrar inúmeros designs de qualidade ao melhor preço do mercado.

O ouro rosa existe há muito tempo, no entanto, é um metal ainda desconhecido e novo para muita gente. Se desconhecem a tendência do ouro rosa, recomendamos que leiam atentamente esta publicação.

Sabemos que o ouro amarelo é um clássico de toda a vida e que o ouro branco dá a toda a joia um toque de elegância. No entanto, na Navas Joalheiros, marca especializada em joalharia e com uma enorme trajetória profissional, dizemos-vos que o ouro rosa é o metal de que necessitam! Apareceu pela primeira vez na Idade Média mas foi uma descoberta pouco divulgada, pois aquilo que toda a gente procurava não era, de todo, o tipo de reações químicas deste metal. Posteriormente, no princípio do século XIX na Rússia, o ouro rosa tornou-se tão popular que ficou conhecido como ouro russo. A popularidade deste metal foi aumentando até que, finalmente no século XXI, se começou a utilizar em anéis, pulseiras, etc..

A partir de 2006 muitas marcas de prestígio começaram a usar ouro rosa nas suas peças e desde então a produção de joias neste metal aumentou como nunca antes visto.

Os tons do ouro

O tom do ouro puro é um amarelo-avermelhado, no entanto as cores deste metal podem produzir-se sem problemas, sempre e quando possuam as ligações corretas.

Classificação de produção do ouro de cor:

  • Para produzir o ouro branco, amarelo, verde e vermelho, é necessário combinar ouro com prata e cobre, em diferentes proporções;
  • Para conseguir a tonalidade azul e púrpura são necessários compostos metálicos. Contudo, estas cores são mais utilizadas em gemas e incrustações já que os metais costumam ser muito mais frágeis;
  • Para outros tons são utilizados tratamentos superficiais tais como capas de óxido;

Diferença entre ouro rosa e ouro vermelho:

Para diferenciar o ouro rosa e o ouro vermelho devem considerar-se diferentes conteúdos de cobre. Quer isto dizer que quanto mais cobre estiver presente, mais intenso será o vermelho.

Para obter o ouro rosa é necessário um total de 18 quilates, 75% de ouro e 25% de cobre. Por outro lado, para obter ouro vermelho é necessário 50% de ouro e 50% de cobre.

Durante a produção do ouro rosa, muitos joalheiros aplicam uma liga com um pouco de prata conseguindo assim uma sombra suave. A ligação para este toque elegante é 4% de prata, 72% de ouro e 21% de cobre (totalizando 18 quilates).

A versão de 18 quilates é a mais conhecida do ouro rosa, no entanto, também existem de 22 quilates, conhecido como coroa de ouro, e de 14 quilates, mais popular no Médio Oriente.

A moda atual

É claro que as tendências e a moda vão mudando com o passar do tempo, inclusive de estação em estação, podendo ser totalmente diferentes de ano para ano. A moda também dita as tendências na alta joalharia, por isso, a Navas Joalheiros conta com as suas próprias criações para que os nossos clientes tenham joias únicas e exclusivas, neste caso, em ouro rosa. Atualmente este é o metal em voga nos países da Europa Oriental.

Na nossa loja online poderá encontrar uma imensa variedade de designs e estilos exclusivos, de grande qualidade, em ouro rosa.

PAU

PAU é uma aliança de beleza inigualável e de design cómodo. As turmalinas de cor rosada, lapidadas de forma redonda facetada, combinam na perfeição com a tonalidade do metal. Um resultado maravilho para usar em qualquer ocasião.

pau

PINK PANTER

Este anel segue os mesmos parâmetros da peça anterior mas conta tem uma maior presença, graças à orla de diamantes. O que mais caracteriza esta joia é a combinação do ouro rosa com uma turmalina. Sem dúvida muito adequado para um momento importante.

nuevo_8

Vantagens do ouro rosa

Embora não pareça, o ouro rosa traz alguns benefícios em relação às tonalidades branca e amarela deste metal:

  • Adapta-se ao estilo casual e a fatos de trabalho;
  • É um tom sedutor e sofisticado;
  • Pode combinar-se com metais rosados e amarelos;
  • Combina com diferentes tons de pele e cores de cabelo;
  • É mais económico (porque contem uma quantidade de cobre a baixo custo);
  • Atraei muito a atenção dado o seu aspeto original;
  • É uma ótima opção para anéis de compromisso (perfeito para demonstrar todo o amor com uma joia de enorme elegância)

Apesar de ser um metal um pouco mais acessível que o ouro amarelo, há algumas condições de ligação que podem ser mais caras:

  • O seu preço por grama variar consoante as características, ligações e representação artística da joia;
  • O valor do produto pode variar pelo tipo de trabalho realizado, já que em muitas ocasiões é cobrada a mão-de-obra do mestre artesão.

Combinação de pedras com o ouro rosa

Este metal pode combinar-se com qualquer tipo de pedra. Não obstante, para ter um resultado perfeito, recomendamos-lhe as seguintes gemas:

  • Topázio;
  • Citrino;
  • Ópalo;
  • Granate;
  • Ametista;
  • Tanzanite;
  • Água-marinha;
  • Pérolas

Cuidados a ter com o ouro rosa

Para conservar a sua joia a Navas Joalheiros recomenda-lhe:

  • Limpar a peça com panos específicos, água morna e sabão;
  • Evitar o contacto com o mercúrio ou ácidos (elementos que corroem o ouro rosa);
  • Evitar riscos, já que as joias são suaves e puras.

O ouro rosa está a romper barreiras e a converte-se numa tendência. A Navas convida-a a espreitar todos os nossos modelos feitos neste metal, disponíveis por um valor incrível. Também lhe lembramos que estes são os últimos dias com 20% de desconto…haverá melhor que conseguir uma joia de qualidade por um preço mínimo? Não deixe passar a oportunidade e consiga a sua peça de ouro rosa!

 

 

O anel de noivado é a joia que oficializa o compromisso, isto é, com a qual se manifesta-se a vontade de estar com outra pessoa o resto da nossa vida.

Este símbolo deve estar à altura das circunstâncias e representar o momento do pedido que, por outro lado, também costuma ser um evento social importante para familiares e amigos. Hoje ajudamos a escolher o anel que cumpre uma série de requisitos e condições, tais como: ser fabricado com materiais preciosos como ouro de 18 quilates ou platina, e a utilização de gemas naturais de qualidade, por exemplo, diamantes, safiras, rubis, esmeraldas, etc.

Além disso, um anel de noivado deve ter um design original e bonito, cuja estrutura seja de qualidade e com a garantia de comodidade suficiente para que a noiva o use diariamente. Tudo isto nem sempre é fácil de encontrar, especialmente por um valor razoável, mas é por essa razão que existe a Navas Joalheiros. Oferecemos em qualquer das nossas lojas online uma grande variedade de peças ao melhor preço do mercado.

A escolha do anel perfeito é, na maioria dos casos, uma tarefa complicada, por isso brindamos todos os nossos clientes com um aconselhamento profissional tanto online como presencialmente nos nossos Showrooms. Este serviço é totalmente gratuito, sem compromisso de compra, e estende-se a todos os modelos das nossas coleções.

Com tudo isto, e uma vez feito o pedido de casamento pode acontecer a noiva não gostar da peça. No entanto, a Navas dá um prazo de três meses a partir da compra para eventuais trocas.

Geralmente os noivos costumam ter dúvidas em relação a este tipo de peças, e é por esse motivo que nesta publicação nos dedicamos a esclarecê-las o melhor possível.

Onde se costuma usar o anel de noivado?

Tal como manda a tradição, o anel que antecede à aliança de casamento indica que a mulher está comprometida, pelo que se deve usar no dedo anelar da mão direita. Uma vez contraído o matrimónio este passa a ocupar o mesmo lugar, mas na mão esquerda.

Contudo existem sítios onde este costume é diferente, a mão direita está livre e o anel de noivado usa-se sempre do lado esquerdo.

O que ditam as tendências vindas dos Estados Unidos, onde o anel de noivado e a aliança se usam no mesmo dedo, é que estas duas joias se completem e formem um efeito visual único. Desta forma também se evitam mudanças de tamanho já que existem diferenças entre o tamanho do mesmo dedo nas duas mãos. Embora as “regras” do chamado efeito twins não estejam escritas, na Navas gostamos sempre de dar algumas orientações para que o resultado seja perfeito:

Em princípio, ambas as joias devem ser feitas pela mesma marca. Isto deve-se ao facto de se conseguir o mesmo grau de acabamentos e lustres, sendo que na Navas aplicamos sempre os mais exigentes critérios de qualidade, garantindo assim um melhor produto.

Devem também ser concebidos pela mesma equipa criativa, já que esta reforça o efeito de beleza e homogeneidade que define uma linha clara de modelagem, fazendo com que toda a estética pareça apenas uma peça.

Para um bom resultado final, é preferível que os anéis sejam feitos com a mesma tonalidade de material, seja ouro branco ou amarelo de Primeira Lei ou mesmo em platina. Muitas pessoas preferem a combinação de cores entre os ouros, reservando o branco e rosa para o anel de compromisso e o amarelo clássico para as alianças de casamento. No final, o efeito twins bicolor pode ser original já que se consegue uma diferenciação das joias com maior perceção, e portanto, o significado de cada uma está mais presente.

Por último, é necessário que ambos os modelos se adaptem ao máximo um ao outro, isto é, dificilmente se consegue um efeito twins se um dos braços tem um efeito sinuoso ou ondulado face a uma aliança de casamento plana.

Em qualquer das nossas lojas online poderá encontrar imensos designs de grande beleza e qualidade, sendo que terá sempre que necessitar a ajuda do nosso aconselhamento profissional.

Se está decidido a combinar tanto um estilo específico de anel de noivado como de aliança de casamento no mesmo dedo, a Navas Joalheiros oferece-lhe ainda a oportunidade de recorrer ao nosso serviço Desenhe a sua Joia com o qual pode criar uma aliança e um anel de compromisso únicos e à medida, para que estes se complementem na perfeição. Tudo isto por um preço final que o surpreenderá, posicionando-se abaixo daquilo que seria de esperar, dada a exclusividade deste serviço.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies